“Esta Imagem ficará sob seu cuidado. Não é preciso que reze o terço todas as noites. Apenas deverá cuidar que peregrine de casa em casa.”
Campanha Mãe Peregrina
Deus escolheu o Diácono João Luiz Pozzobon para uma grande missão: iniciar a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt.
Biografia João Luiz Pozzobon

O servo de Deus João Luiz Pozzobon

Viveu a maior parte de sua vida em duas casas. Mas teve curto espaço de tempo, quando trabalhava na hotelaria, viveu em outros dois locais.

Casa de Nascimento

A casa onde nasceu João Luiz Pozzobon foi em Ribeirão, São João do Polesine – RS, no dia da festa de Nossa Senhora de Guadalupe. A casa do seu nascimento era de um estilo italiano, próprio dos colonizadores vindo ao Brasil. A casa de dois pisos, normalmente acima ficava os dormitórios, embaixo sala de estar, quarto e local para guardar coisas. A cozinha, normalmente era construída no lado de fora da casa. Essa construção à parte, tinha importância para prevenir dos incêndios. Pois o fogo que mantinha aquecido os alimentos era feito no chão batido (chão de terra), e as panelas, desde um caibro, eram dependuradas sobre o fogo. O fogo podia se alastrar e queimar a cozinha. Vários destes incidentes incendiários de cozinhas foram registrados na história da colonização italiana. Aqui o João consumiu seus primeiros anos de vida, desfrutando das montanhas e prados dessa linda região da Quarta Colônia. Uma região que desperta o espírito de aventura, principalmente quando desde a base das colinas se contempla seus cumes. Atualmente a casa de nascimento do Servo de Deus João Luiz Pozzobon pode ser visitada. Atualmente ela pertence a Obra do Servo João Luiz Pozzobon.

Casa da Família e Mercearia

A casa onde o Servo de Deus João Luiz Pozzobon viveu a maior parte da sua vida situa-se na atual avenida Osvaldo Cruz, 697, na cidade de Santa Maria-RS. Da casa de nascimento, depois do seu casamento com Teresa Torquatto, ele viviu em Restinga Seca atendendo a hotelaria. Depois que sua esposa ficou doente, ele veio com ela e seus dois filhos, adquirindo um hotel em Santa Maria, próximo a estação ferroviária. Com o tempo ele se desfez deste patrimônio em função da saúde de sua esposa. Com o falecimento de sua esposa ele se desfaz deste patrimônio e vai em busca de um lugar no Km 3 (era o nome de uma localidade), onde tinha um centro de operação da Rede Ferroviária Federal. Por alguns meses vive em uma casa emprestada, próximo ao Santuário da Mãe Rainha, e em seguida ele consegue adquirir, em 1933, a atual casa da família. Nesta casa ele criou e educou todos os filhos. Ele adquiriu esta casa em função da estratégia de montar uma casa de comércio, onde poderia atender os trabalhadores do Centro de Operação da Rede Ferroviária. Com isso, ele monta uma Mercearia, com a qual supria a necessidade de alimentos dos operários. A parte da frente da casa montou a Mercearia e na parte de trás da casa era onde a família morava. Nos arredores da casa ele conservava uma horta com um pequeno jardim de flores. Atrás desta casa ele montou a primeira ermida onde diariamente rezava.

Notícias